O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, recomendou hoje (3) que o eleitor exerça seu voto de maneira livre e consciente no próximo domingo (5), primeiro turno das eleições. Em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, Toffoli pediu também que o eleitor não venda seu voto ou troque por favores.

“Neste domingo, quem é o dono do poder é você, eleitora, é você, eleitor. Exerça seu voto de maneira livre e consciente. Não troque o seu voto por favores. Não venda o seu voto. Isso é crime. É necessário que o eleitor tenha consciência de que, neste dia, 5 de outubro, nós estaremos decidindo o destino do nosso país”, afirmou Toffoli.

Leia também:  Vereador visita obras do Centro de Artes e Esportes Unificados

O ministro disse também que a Justiça Eleitoral garantirá a segurança do pleito, da urna eletrônica e o sigilo do voto.

“O voto é um momento de igualdade de todos os brasileiros e, para isso, a Justiça Eleitoral está organizada no Brasil, por meio de seus tribunais, juízes, servidores e de mais de 2 milhões de mesários que estarão domingo recebendo o seu voto, garantindo que seu voto seja secreto. Só você tem o direito de saber em quem votou. E também garantindo que o voto dado na urna eletrônica será o voto computado”, acrescentou.

No pronunciamento, o presidente do TSE pediu que o eleitor reflita sobre a importância das eleições e escolha seus candidatos com tranquilidade.

Leia também:  Ex-presidente da Petrobras é denunciado por corrupção em operação da Lava Jato

”Neste domingo, você estará decidindo o destino do país para os próximos quatro anos. É um momento de extrema responsabilidade. Reflita. Vá com tranquilidade à sua seção eleitoral e exerça o seu direito de votar naquele que você entenda ser o melhor, aquele que você entenda ser quem mereça a dignidade do seu voto”, concluiu.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.