Médicos que atuam nas unidades de Pronto Atendimento – PA Adulto e Infantil de Rondonópolis agora têm condições de chegar a um diagnóstico mais rápido nos atendimentos de urgência e emergência. O avanço chegou graças à iniciativa do prefeito Percival Muniz e da secretária de Saúde do Município, Marildes Ferreira, de investir R$ 500 mil de recursos próprios na aquisição de equipamentos que vão ajudar a salvar vidas na cidade pólo da região.

Lorena Nunes de Souza Mello – diretora técnica do PA – enumera que o investimento resultou na aquisição de ventiladores mecânicos, bombas de infusão, monitores multiparamétricos, aparelhos de eletrocardiograma, aspiradores, carrinhos de emergência, além de equipamentos permanentes, como aparelhos de ar-condicionado, computadores e longarinas para manutenção do hospital. Parte dos equipamentos foi entregue nesta semana e já está sendo utilizada.

A diretora do serviço de urgência e emergência conta que a novidade reanimou os profissionais médicos que atuam no PA, principalmente aos cardiologistas que apostam nas chances de diminuir o número de encaminhamento de pacientes para outros hospitais da cidade. Lorena Mello conta que os plantonistas afirmam que com os equipamentos já podem atender alta complexidade cardíaca no PA.

Leia também:  Esquadrilha da fumaça surpreende público com show aéreo em Rondonópolis

Em visita ao boxe de emergência do PA, onde todos os leitos já estão equipados com os aparelhos modernos, a secretária Marildes Ferreira, avaliou que agora com a presença de um médico especialista é possível aumentar a chance de salvar vidas na unidade. “Se temos um cardiologista de plantão, podemos resolver o problema de um paciente infartado aqui mesmo”, observa.

O PA Adulto tem uma equipe médica composta por cardiologistas, ortopedistas, clínicos e cirurgiões gerais que atendem especificamente aos pacientes com traumas, além de diversos profissionais visitantes de outras especialidades, como reumatologista, endocrinologista, intensivista e ginecologista.

Terceiro turno

O terceiro turno da Vila Operária que funciona junto ao Centro de saúde inaugurado recentemente, também foi contemplado com os equipamentos. A unidade ganhou um monitor multiparamétrico para adultos e crianças e um aparelho de eletrocardiograma que lança os valores registrados e o diagnóstico da situação atual do paciente cardiológico. Os médicos daquela unidade também avaliam as vantagens de melhor atender pacientes com sintomas de infarto.

Leia também:  Rondonópolis e outros seis municípios correm o risco de perder zona eleitoral

Rodrigo Machado – coordenador da unidade – conta que o terceiro turno da Vila Operária funciona das 7 horas à meia-noite e realizou 3.458 atendimentos desde a inauguração em agosto até a tarde desta sexta-feira (17). A comunidade conta com dez leitos de observação. O Centro de Saúde que conta com uma equipe de nove médicos das áreas de clínica geral, pediatria, ginecologista e pequenas cirurgias, funciona das 7 às 18 horas e atende a média de 110 pacientes por dia.

Hospital Infantil

Marildes Ferreira antecipa que o Pronto Atendimento Infantil da cidade vai receber um investimento de R$1,3 milhão e se transformar num hospital para atender as crianças de Rondonópolis. O recurso foi repassado pelo Ministério Público que bloqueou contas do Governo do Estado para assegurar mais avanços no sistema público de saúde da população infantil. A secretária conta que além de reforma e reestruturação do prédio, a unidade vai ganhar equipamentos modernos e eficientes para urgência e emergência.

Leia também:  FGTS | Caixa Econômica abrirá neste sábado para pagamento de contas inativas

O Hospital Infantil de Rondonópolis vai contar com dois leitos de estabilização, dez de observação, dez de internação e dois de isolamento. Com 30 dias de prazo para concluir o projeto, Marildes Ferreira calcula que vai fechar o ano de 2014 com um saldo bastante positivo, inclusive no que se refere a Pronto Atendimento e saúde da criança.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.