O setor de serviços teve um crescimento nominal de 4,5% em agosto comparado ao mesmo mês no ano passado. Segundo o Instituto de Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é o menor resultado desde o início da série. A taxa de crescimento em agosto ainda é inferior às observadas nos meses de julho (4,6%) e junho (5,8%).

De acordo com os dados apresentados nesta quarta-feira (22), os serviços prestados às famílias registraram crescimento de 9,0%. Os serviços de comunicação e informação registraram 1,7%. Serviços profissionais, administrativos e complementares, cresceram 7,9%. Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, de 3,2%, e outros serviços, de 10,6%.

Segundo o IBGE, o crescimento nominal acumulado no ano foi de 6,7%, já o acumulado em 12 meses subiu para 7,4%, sendo as menores taxas na série.

Leia também:  Receita paga 4º Lote de restituição nesta sexta-feira

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) abrange as atividades do segmento empresarial não financeiro, exceto os setores da saúde, educação, administração pública e aluguel imputado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.