A Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis alerta as adolescentes que tomaram a primeira dose da vacina contra o Human Papiloma Vírus – HPV que compareçam às unidades de saúde municipais para receber a segunda dose da vacinação. A baixa procura preocupa a Saúde, pois o HPV é o responsável por 99% dos casos de câncer de colo de útero.

Na primeira etapa de vacinação, que ocorreu em março deste ano, receberam a primeira dose em Rondonópolis, 4.694 adolescentes. Para esta segunda etapa, que teve início em 15 de setembro último, devem receber a vacina todas as meninas na faixa etária entre 11 e 13 anos, 11 meses e 29 dias. A meta de vacinação do Município é de 4.978 adolescentes desta faixa etária.

Leia também:  Com salário atrasado, médicos da Santa Casa paralisam atendimentos

Contudo, de 15 de setembro até hoje, foram vacinadas com a segunda dose apenas 1.145 adolescentes, o que representa apenas 24,39% do total que deve ser atingido na segunda etapa da vacinação.

A vacinação contra o HPV ainda conta com uma terceira dose, que deve ser tomada 60 meses após a primeira. Assim, se toma a primeira dose, uma segunda após seis meses da primeira e uma terceira, 60 meses da primeira.

O HPV é transmitido sexualmente, assim, a ausência de camisinha durante o ato sexual é a principal causa de transmissão. Também é possível a transmissão de mãe para filho no momento do parto, no entanto, apenas um pequeno número de crianças desenvolve a papilomatose respiratória juvenil.

Leia também:  'Caravana da Cidadania' acontece entre os dias 7 e 9 em Rondonópolis

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.