Mulheres vítimas de violência doméstica, poderão contar com auxílio de um sistema de monitoramento eletrônico por tornozeleiras em Mato Groso. O objetivo é proteger as vítimas de seus agressores. Para ter acesso à medida, a vítima precisa protocolar um pedido na Justiça.

O agressor recebe uma tornozeleira e a mulher, um aparelho com botão de alerta. Se o homem se aproximar da mulher, o aparelho dispara e o sinal é enviado para a central de monitoramento. A localização do agressor é informada imediatamente.

Dois agentes prisionais e funcionários vão ficar responsáveis pelo recebimento dos sinais de alerta e, em seguida, acionar a polícia, explica a coordenadora da central de monitoramento, Claudiane Cavalcante de Almeida em entrevista a um site de notícias do estado.

Leia também:  Mato Grosso lança projeto de PPP em tempo recorde

EQUIPAMENTO

Em todo o estado, 2.500 aparelhos vão ficar disponíveis para mulheres. Se o agressor romper a tornozeleira, um sinal será enviado para a central de monitoramento. O sistema não pode ser violado e funciona via satélite.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.