O município de Alto Taquari tem vivido desde o último semestre uma grande dificuldade financeira, ao menos essa é a principal resposta da Prefeitura Municipal diante das demissões em massa, corte de funcionários e descaso em alguns bairros e ruas da cidade. Esse abandono do município foi tema de muita discussão na última sessão ordinária da Câmara Municipal realizada nesta segunda-feira (17). A maioria dos vereadores teceram críticas direcionadas ao prefeito Maurício Joel de Sá (DEM).

Durante as falas no plenário, o vereador Leandro Alves (PDT), retratou sua indignação quanto a um poste que segundo ele está quase caindo e até agora nada foi feito.

“Não é problema novo, há anos que vem se arrastando. Falta força de vontade do Executivo em realizar o reparo”, destacou o parlamentar afirmando que caso o problema seja sanado, ele retornará ao plenário para elogiar.

Leia também:  Piloto de avião e mais dois são presos com 240 kg de cocaína em MT
Leandro está preocupado com poste que está prestes a cair - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Leandro está preocupado com poste que está prestes a cair – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Para o vereador João Fábio (PMDB) a gestão precisa se atentar a fiscalização de obras, já que estão atrasadas. “Vieram políticos no início do ano e prometeram a data de entrega em várias obras, porém até agora não vi nenhum movimento para a construção de uma piscina em uma escola que havia sido prometido, ninguém ainda conseguiu usar a feira municipal e a obra da rede de água continua parada há um ano”, pontuou o parlamentar.

João Fábio também faz um alerta para a falta de reajuste salarial dos servidores que não acontece desde 2013.

“Aqui é um faz de conta que paga e faz de conta que trabalha. Se não remunerar bem os servidores, logo eles estarão desqualificados e desmotivados para trabalhar. Consequentemente o serviço público piora”, relatou João Fábio durante a sessão.

Leia também:  Prefeitura garante pagamento à terceirizadas
Vereador fala sobre reajuste e obras paradas - Foto: Ronaldo Teixiera / AGORA MT
Vereador fala sobre reajuste e obras paradas – Foto: Ronaldo Teixiera / AGORA MT

A vereadora Marilda Garofalo Sperandio (DEM), também criticou a falta de reajuste. Ela afirma que espera que para o próximo ano, o aumento seja acima do índice inflacionário.

Antes de encerrar a sessão o presidente da Casa de Leis, Rubens de Almeida (SD), também citou as falhas descritas pelos colegas parlamentares. “Hoje a sessão foi só direcionada em críticas ao senhor prefeito”, diz Rubens.

DE FÉRIAS 

Já o prefeito Mauricio Joel de Sá, está bem longe de Alto Taquari. Desde a semana passada, o gestor, acompanhado da secretária de Promoção Social e 1ª dama, Juliana Magalhães e do diretor de Departamento de Cultura, que também exerce a função de cabeleireiro e maquiador oficial da Miss, Carlos Gifani, deixaram a pacata cidade para ir até o Rio de Janeiro, acompanhar de perto um concurso de beleza. Uma jovem de Alto Taquari disputava o concurso.

Leia também:  DEM pode ser destino de Sachetti e Garcia
Prefeito deixa o gabinete para acompanhar miss - Foto: Facebook
Prefeito deixa o gabinete para acompanhar miss – Foto: reprodução/ rede social
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.