O Rio Claro não teve a estreia que desejava no NBB 2014/2015. Mesmo jogando diante de seu torcedor, o time comandado por Chuí foi derrotado pelo Palmeiras, por 75 a 72, em pleno Felipe Karam. Nesta sexta-feira, porém, a equipe rioclarense tem a chance de se redimir do revés na primeira rodada. Mas, a tarefa não será nada fácil, já que o adversário é o Pinheiros, uma das equipes mais experientes do basquete nacional. O confronto começa às 20h, no Felipão, em Rio Claro.

Mudança de mentalidade

A derrota em casa na estreia deixou o técnico Chuí irritado. A bronca do treinador foi, principalmente, pelo excesso de individualismo de alguns jogadores e pela ansiedade em decidir as jogadas.

Leia também:  União e Cuiabá ficam no empate Luthero

– Fizemos um mau começo, com muita ansiedade. Temos que lembrar que isso aqui [o NBB] não é a Liga Ouro [divisão de acesso ao NBB]. O que foi feito na Liga Ouro não vale mais nada, acabou. Agora é outra história e temos que mudar essa mentalidade – disse o comandante rioclarense após o jogo.

Sem poder contar com o pivô Lucas Tischer, expulso contra o Palmeiras, e Brandon Brown, lesionado, Chuí deve promover a entrada do pivô Estevam no time titular. Apesar de não estar 100% fisicamente, o jogador é peça fundamental no esquema tático do Rio Claro e deve começar no quinteto principal. Com isso, o time deve ter Duda Machado, Eric Tatu, Caio Ranches, Álvaro Calvo e Estevam.

Leia também:  Federação realiza arbitral após desistências em série

Estreia

Um time reformulado. Esse é o novo Pinheiros para a disputa do NBB. Seis jogadores foram embora e outros seis chegaram ao clube da capital paulista. De acordo com o técnico Marcel de Souza, foi montada uma equipe versátil e competitiva, o que a credencia para brigar pelo título nacional.

– É uma equipe reformulada, que saiu do circuito internacional. Mas tenho um time muito versátil, competitivo e toda a estrutura de treinamento que o Pinheiros fornece. Isso é o que mais me impressionou. Essa estrutura associada com a nossa equipe querendo entrar no radar do basquete me faz acreditar que tenhamos chances do título. O principal adversário será o Flamengo, todo mundo quer vencer o Flamengo, é a bola da vez. Bauru, Limeira e Franca também são fortes candidatos – disse o treinador.

Leia também:  Cuiabá vence e se classifica para grande final
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.