As melhores pugilistas do mundo estão prestes a subir no ringue. A partir dessa quinta-feira (13), até o dia 25, a elite do boxe feminino se reúne na cidade de Jeju, na Coreia do Sul, para os combates no Campeonato Mundial da modalidade. A delegação brasileira conta com uma equipe que mescla renovação, talento e experiência.

O País será representado por sete pugilistas que se dedicam integralmente ao boxe, com o apoio dos recursos financeiros do programa Bolsa-Atleta, do Ministério do Esporte.

Adriana Araújo, contemplada pela Bolsa Pódio, é o destaque da delegação que conta ainda com Graziele de Jesus (na categoria 48kg), Clelia Costa (51kg), Taynna Cardoso (57kg), Jessica Carllini (69kg), Flavia Figueiredo (75kg) e Andreia Bandeira (81kg).

Leia também:  Luve vence em casa e fica fora do Z-4

O mundial será disputado em dez categorias: 45-48kg, 51kg, 54kg, 57kg, 60kg, 64kg, 69kg, 75kg, 81kg e mais de 81kg. A caçula da delegação brasileira é a Graziela de Jesus, com 23 anos.

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a baiana Adriana Araújo é a atleta mais experiente da equipe, com 33 anos.

O boxe feminino entrou para os Jogos Olímpicos na última edição do evento, em Londres 2012. A modalidade foi disputada nas categorias mosca (51kg), leve (60kg) e meio-pesado (até 81kg).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.