A Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis deu início nas atividades da Campanha Nacional de Prevenção da Dengue e Chikungunya que terá início no próximo dia 06 de dezembro onde será tratada a gravidade das doenças.

De acordo com informação da assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal, o plano de ações a serem trabalhadas ainda não foi definido, contudo será enfatizado os cuidados quanto sobre a transmissão da doença e principalmente orientações para as pessoas que estarão de viagem para o Nordeste, onde há registros da Chikungunya.

Assim como a Dengue, a Chikungunya pode ser transmitida por mosquitos do gênero Aedes, um vírus do gênero Alphavirus transmitida por mosquitos do gênero Aedes, sendo Ae. aegypti e Ae. Albopictus.

Leia também:  Taques vem a Rondonópolis amanhã inaugurar reconstrução de asfalto da Rodovia do Peixe

Períodos de Incubação Chikungunya – Os mosquitos adquirem o vírus de um hospedeiro virêmico. Após um período de incubação médio de 10 dias, o mosquito torna-se capaz de transmitir o vírus a um hospedeiro suscetível, tal como um humano. Em humanos picados por um mosquito infectado os sintomas da doença tipicamente aparecem após um período de incubação intrínseco médio de 3-7 dias (intervalo 1-12 dias).

Apresentação Clinica da Doença – A partir da picada por mosquito infectado com o CHIKV, a maioria dos indivíduos apresenta doença sintomática após um período de incubação de dez dias. Porém, nem todos os indivíduos infectados com o vírus desenvolvem sintomas. Análises sorológicas indicam que 3% a 28% das pessoas com anticorpos antiCHIKV apresentam infecção assintomática. Indivíduos agudamente infectados por CHIKV, seja clinicamente aparentes ou assintomáticos, podem contribuir para a propagação da doença se os vetores que transmitem o vírus estiverem presentes e ativos na mesma localidade.

Leia também:  Comércio entra em clima junino em Rondonópolis e empresário prevê crescimento de até 20% nas vendas  | TV Agora

O CHIKV pode causar doença aguda, subaguda e crônica. Na fase aguda a doença é mais comumente caracterizada por febre de início súbito (tipicamente maior que 39°C) e dor articular intensa. Outros sinais e sintomas podem incluir cefaleia, dor difusa nas costas, mialgia, náusea, vômito, poliartrite, erupção cutânea e conjuntivite.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.