O volume de águas do Rio Vermelho que atingiu o índice de 1,24 metros, no período de seca deste ano, já subiu para 1,60 metros com as primeiras chuvas registradas a partir de outubro. Em 2013 o leito do rio baixou para 1,28 metros no período de estiagem. O aumento do volume de água traz para a Coordenação da Defesa Civil tranquilidade com relação ao sistema de abastecimento da cidade e atenção redobrada com possíveis alagamentos e inundações, ao mesmo tempo.

Diante desse quadro, Erimar Bezerra já começou a desenvolver o trabalho de conscientização e prevenção junto às famílias ribeirinhas. Ele conta que agora realiza visitas de casa em casa para orientar os moradores a adotarem medidas de prevenção e acionarem os serviços que são ofertados junto com o Corpo de Bombeiros, a Cruz Vermelha, a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis – Coder e as Secretarias de Esporte, Meio Ambiente e Promoção e Assistência Social.

Leia também:  Secretaria de Habitação realiza ações para retomar as obras do Celina Bezerra

“O período crítico da seca já passou. Agora vamos nos dedicar ao monitoramento para evitar que os moradores sofram com possíveis alagamentos. Por isso, estamos visitando as famílias ribeirinhas para levar informações que podem ajudar na prevenção dessas situações”, conta.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.