Presidente do Conselho do Idoso afirma que as empresas insistem em não disponibilizar a gratuidade ou descontos nas passagens – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Presidente do Conselho do Idoso afirma que as empresas insistem em não disponibilizar a gratuidade ou descontos nas passagens – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

 

“Reduzir o número de irregularidades e fazer valer os direitos dos usuários, principalmente dos idosos”, esses são os objetivos da operação “Boa Viagem” realizada nesta terça-feira (25) pelo Conselho Municipal do Idoso e Procon.

Segundo o presidente do Conselho Municipal do Idoso, Lindomar Lemes, infelizmente as empresas de ônibus criam falsas justificativas para tentar não oferecer aos idosos os direitos a gratuidade ou desconto de 50% nas passagens e por essa razão o trabalho de fiscalização, que já tem sido desenvolvido durante o ano na rodoviária ou junto ao posto da Polícia Rodoviária Federal, será intensificado até o fim do ano, quando a procura é maior.

Lindomar ressalta que infelizmente as reclamações se repetem constantemente, porém o conselho tem procurado estar mais presente para que a irregularidade possa ser abolida ou no mínimo reduzida.

Leia também:  Talk Show do Papo Empresarial acontece hoje

Além do direito ao benefício dos idosos também será observado pelos agentes do Procon se os veículos oferecem as condições necessárias para os usuários do transporte, como por exemplo, condições de limpeza dos ônibus, disponibilidade de água, ar condicionado, entre outras condições exigidas às empresas.

O Coordenador do Procon, Juca Lemos, foi enfático em afirmar que o trabalho de fiscalização tem sido constante e que caso alguns direito seja negado, que a pessoa deve procurar, o quanto antes, o órgão para registar a queixa contra a pessoa, pois caso a irregularidade seja constatada a empresa será autuada e multada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.