gasolinaO consumidor já começou a sentir no bolso o reajuste dos combustíveis nos postos revendedores em Rondonópolis. O segmento foi autorizado pela Petrobras a elevar os preços de 3% à gasolina e de 5% ao óleo diesel, nas refinarias. Alguns postos da cidade começaram a fazer o reajuste ontem (11).

Em cifras, é possível encontrar reajustes de R$ 0,10 a mais por litro, passando de R$ 3,18 para R$ 3,28. “Os consumidores já começaram a reclamar dos preços. Uma das soluções é optar pelo etanol que segue sem reajuste” explica um frentista de um dos estabelecimentos pesquisados.

O estudante Tiego Moreira também está entre os consumidores que sentiram a diferença no bolso. “Sem dúvida afeta, é revoltante que um país igual ao nosso que produz tanto estabeleça um preço desses no combustível para o consumidor. O que deixa os brasileiros mais indignados é que exportamos para outros países com o valor inferior, muito mais em conta que o nosso” desabafa o estudante.

Leia também:  Finanças apresenta prestação de contas à sociedade

Conforme a equipe de reportagem do site AGORA MT apurou, ainda existem postos de gasolina com preços antigos para os dois combustíveis, mas isso não deve ser por muito tempo.

Para o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Sindipétróleo/MT) não cabe à entidade avaliar os reajustes que estão ocorrendo nas revendas, já que o mercado é livre para definir preços e cada estabelecimento tem uma planilha de custos única e que determina a necessidade de margem de lucro de cada um.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.