Acontece no próximo dia 01 de dezembro, às 9h, no auditório do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), na Avenida Doutor Hélio Ribeiro, nº 1000, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, um leilão de materiais inservíveis. O lote único estará exposto no pátio do Detran-MT sede e nos pátios de todas as Ciretrans de Mato Grosso.

Um dos principais objetivos do leilão é liberar espaços nos pátios do Detran que possui uma grande quantidade de objetos e veículos depositados nos espaços que estão super lotados

De acordo com o presidente da Comissão de Leilão do Detran-MT, Anderson Gomes Amaral, vão participar deste leilão os veículos que estão há mais de dois anos abandonados nos pátios em todo o estado. Não poderão fazer parte do leilão os veículos com restrições fazendárias, RenaJud (sistema online de restrição judicial de veículos) e oriundos de roubos e furtos. Os proprietários foram notificados e até o dia do leilão podem reaver o bem, após o pagamento de todas as pendências junto à autarquia.

Leia também:  IFMT lança edital com 2,8 mil vagas em cursos técnicos integrados ao Ensino Médio

Com o leilão o Detran-MT pretende reduzir em mais de 60% o volume dos veículos em seus pátios. “Todo o procedimento do leilão está em consonância com as normatizações de saúde, ambientais e de segurança vigentes. Antes da trituração a empresa vai realizar a descontaminação e a descaracterização de todo o material e só então vai triturar”, explica Anderson Amaral.

A previsão da autarquia com a redução do volume de veículos nos pátios é de intensificar a fiscalização, que está restrita com a atual superlotação, e consequentemente promover um aumento na arrecadação, pois com a medida a sociedade vai se preocupar em manter os impostos e documentação dos veículos em dia evitando a apreensão. Também prevê uma economia de custos na guarda dos bens, considerando que hoje pátios são alugados para comportar a demanda de apreensões.

Leia também:  Assistência Social de Alto Taquari dá pontapé inicial em "Campanha do Cobertor"
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.