A regra da pontuação dobrada na última prova da Fórmula 1 está com os dias contados. Nesta quarta-feira, em Genebra, a Comissão da F-1, formada pelas equipes da categoria, entrou em acordo para o fim da controversa norma introduzida na temporada 2014. As informações são da revista inglesa “Autosport”.

A ideia dos pontos em dobro foi proposta pelo chefão comercial da categoria, Bernie Ecclestone, no fim do ano passado. A tentativa era de manter a disputa do título mundial viva até a última etapa, após Sebastian Vettel ganhar dois campeonatos com grande antecipação nas últimas quatro temporadas, mas os pontos dobrados acabaram pouco influenciando nas classificações.

O assunto foi primeiro discutido no encontro do Grupo Estratégico da F-1 dias depois da prova final, nos Emirados Árabes Unidos. Agora, os 26 membros da Comissão da F-1 seguiram a recomendação do Grupo Estratégico e votaram contra a manutenção da regra. Bernie Ecclestone já antecipou que não se oporá à exclusão da regra.

Leia também:  Cuiabá vence e se classifica para grande final

A comissão da F-1 também decidiu não adotar o projeto de refazer a largada caso a corrida seja interrompida com a utilização do safety car. As decisões ainda precisam ser confirmada pela FIA no Conselho Mundial de Esportes a Motor, que se reúne na próxima quarta-feira, em Doha.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.