Uma ação conjunta dos serviços de inteligência dos Gaecos de Mato Grosso e Goiás em parceria com a Policia Militar de Goiás resultou na prisão de Antônio Borges de Oliveira,66 anos, que foi encontrado nesta quinta-feira (06) na casa de um parente que reside no setor universitário na cidade de Goiânia (GO).

Antônio Borges estava foragido da Justiça há mais de dois anos, ele possui condenação transitada em julgada por tráfico internacional de entorpecentes, associação para o tráfico de drogas e ainda por crime de corrupção ativa. Segundo a Justiça, ele teria instalado uma refinaria de drogas no município de Alto Araguaia (MT).

As penas transitadas em julgado somam 16 anos e 6 meses de prisão. Existe ainda contra ele outra condenação a 9 anos de reclusão por crime de extorsão qualificada, mas se encontra em fase de recurso. Caso mais essa condenação seja confirmada pela Justiça, as penas somadas chegarão a 25 anos e 6 meses de prisão.

Leia também:  Foragido é preso em Pedra Preta por roubo a comércio em Rondonópolis

Segundo informações coletadas pelos serviços de inteligência, Antônio Borges também faria parte do Primeiro Comando da Capital (PCC), maior grupo criminoso do país. Ainda sobre ele pairam suspeitas de que tenha participado nas décadas de 70 e 80 de uma rede milionária de traficantes que agia no tráfico de drogas em Medellin, na Colômbia.

Segundo promotores do Gaeco, a prisão gera a sensação de segurança em uma região que há muito tempo vinha sendo vítima da atividade criminosa gerenciada pelo réu. Neste momento o réu está em fase de deslocamento do sistema prisional de Goiânia para Mato Grosso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.