O governador eleito Pedro Taques (PDT) declarou  ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em sua prestação de contas que gastou R$ 29,5 milhões em sua campanha. Em contrapartida, seus gastos ficaram acima do que recebeu, totalizando R$ 29,5 milhões. O resultado mostra que Taques ficou com um déficit a saldar de R$ 2,4 milhões.

Conforme a prestação de contas, a Cervejaria Petrópolis, que tem uma fábrica em Rondonópolis, foi a que mais contribuiu para a campanha com R$ 3 milhões.

Já em relação a pessoa física, o empresário Eraí Maggi  foi o maior doador com R$ 1 milhão. O governador eleito também recebeu doações de vários seguimentos como R$ 150 mil do banco Itaú; a construtora Odebrecht doou R$ 200 mil, Marfrig R$ 500 mil; a empresa Nortox R$ 500 mil, entre outros.

Leia também:  Deputado Rezende busca informações sobre anel viário para Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.