Lar dos Idosos em Itiquira - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Lar dos Idosos em Itiquira – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

O Lar dos Idosos de Itiquira “Nossa Senhora Aparecida”, está em funcionamento informal há ‘quase’ 30 anos, isto é, desde a sua fundação em 01 de dezembro de 1984. A informação é do vereador Afonso Aragão (PSDB), que descobriu a falha após iniciar fiscalizações no começo do mês passado.

Atualmente o local é administrado com recursos do município com contribuições de alguns internos, porém sem respaldo legal. Afonso argumenta que é importante esclarecer que por se tratar de um lar administrado com recursos público, é necessário criar uma lei para receber quaisquer doações.

“Meu objetivo é contribuir com a melhoria do município. Iniciei uma fiscalização para apurar denúncias e acabei me deparando com um problema que requer solução. Não estou procurando culpados, mas quero ajuda em prol minha cidade”, destacou ele.

Leia também:  Rodovias federais de MT terá reforço de fiscalização durante feriado de 7 de setembro
Vereador Afonso fala sobre o Lar dos Idosos - Foto: Assessoria
Vereador Afonso fala sobre o Lar dos Idosos – Foto: Assessoria

Ainda de acordo com o parlamentar que esteve em reunião nesta semana com o Secretário de Administração e a Procuradora Jurídica do Município, ambos poderes chegaram ao consenso que é necessário regularizar a situação do Lar, e todos estão dispostos a colaborar e executar o projeto de lei instituindo o Centro Municipal de Cuidado ao Idoso “Nossa Senhora do Carmo”.

Deste modo, deverá tramitar na próxima sessão ordinária da Câmara Municipal o projeto para regularizar a situação do lar.

“Quanto as condições sanitárias do local, o Ministério Público disse que já está tomando providências, e referente a reclamação da ausência de frutas feita por alguns idosos, o Executivo garantiu que irá regularizar. As doações feitas pelos idosos foi suspensa até solucionar a lei”, contou o vereador.

Leia também:  MPE denuncia estudante por homicídio triplamente qualificado e requer manutenção de prisão
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.