Etapa mais aguardada pelo público brasileiro, o GP do Brasil correspondeu às expectativas da torcida que lotou Interlagos. Felipe Massa superou dois vacilos durante a corrida e garantiu uma vaga no pódio, comemorada como se fosse vitória. E Nico Rosberg, pole position, desbancou o companheiro Nico Rosberg no penúltimo round da briga pelo título mundial, deixando a promessa de uma disputa emocionante no encerramento da temporada, em Abu Dhabi, no próximo dia 23.

Confira a seguir os principais acontecimentos que movimentaram São Paulo durante a passagem da Fórmula 1:

CHAPA QUENTE

Havia uma pequena possibilidade de chover durante a corrida, mas tudo indicava que o GP do Brasil seria mesmo disputado em pista seca. Os pilotos e equipes só não aguardavam um sol tão forte como o que apareceu no céu da capital paulista. Com uma temperatura de pista cerca de 10 graus acima do previsto, os pneus se desgastaram rapidamente. Alguns compostos chegaram a se esfarelar por causa do calor do asfalto pista, e a estratégia de pneus passou a ser um fator decisivo para manter a competitividade.

Leia também:  Brasil joga primeira partida do Grand Prix em Cuiabá

FESTIVAL DE VACILOS

Felipe Massa comemorou o terceiro lugar no pódio com o mesmo entusiasmo de quem vence uma corrida. Afinal, o resultado do brasileiro não foi nada fácil, principalmente depois de dois erros que quase colocaram tudo a perder. Primeiro, o piloto da Williams excedeu a velocidade permitida nos boxes e recebeu uma punição de 5s. Depois, em outro pit stop, confundiu a cor do macacão usado pelos mecânicos da McLaren e fez uma parada no pit lane da equipe adversária. Apesar dos vacilos, o “dono da casa” conseguiu imprimir um bom ritmo e garantiu o seu segundo pódio nesta temporada.

FIM DA LINHA

Em nono, Daniel Ricciardo ocupava uma posição discreta na disputa quando problemas na suspensão de sua RBR o forçaram a se recolher aos boxes. Os mecânicos examinaram o carro do australiano, mas não havia solução. Único piloto a ter conseguido desafiar as Mercedes de Hamilton e Rosberg até agora, ele foi obrigado a abandonar pela segunda vez na temporada e ainda teve reduzida a distância em relação ao companheiro Sebastian Vettel no ranking do Mundial de Pilotos.

Leia também:  Mixto, Dom Bosco e Cacerense viram adversários diretos do União na Copa Federação
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.