Os médicos do Hospital Regional estão em greve desde domingo (2) por atrasos salariais referentes a setembro e outubro. Apenas estão sendo feitos os atendimentos considerados de urgência e emergência.

Para suspender a greve, a categoria pede além do acerto dos salários a garantia de que os próximos serão pagos em dia. A categoria informou que a decisão da greve já havia sido anunciada a direção da unidade que atualmente é gerenciada pela OSS São Camilo.

Os atrasos nos pagamentos são atribuídos às irregularidades nos repasses que o governo do Estado deve fazer mensalmente a OSS.

O Hospital conta com cerca de 100 médicos e atende 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a toda a região Sul de Mato Grosso.

Leia também:  Atrasos em rapasses voltam a preocupar Santa Casa; serviços podem sofrer reduções

A Secretária Estadual de Saúde informou por meio de nota que os pagamentos referente a setembro serão acertados até o fim desta semana. Segundo a Secretaria o atraso ocorreu devido a um problema no orçamento.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.