Os presidentes americano, Barack Obama, e russo, Vladimir Putin, conversaram nesta terça-feira (11) durante a reunião de cúpula da APEC em Pequim sobre temas como Irã, Síria e Ucrânia, anunciou uma porta-voz do governo dos Estados Unidos.
“O presidente Obama teve a oportunidade de conversar ao longo do dia em três oportunidades por 15-20 minutos”, disse a porta-voz do Conselho Nacional de Segurança, Bernadette Meehan.

Ela destacou que os chefes de Estado conversaram sobre “Irã, Síria e Ucrânia”.

Obama e Putin já haviam se reunido na segunda-feira, por alguns minutos, também por ocasião do encontro de cúpula das 21 economias que integram o Fórum de Cooperação Econômica Ásia Pacífico (APEC) em Pequim.

Leia também:  Terremoto no México deixa mais de 200 mortos e dezenas de desaparecidos

As relações entre Washington e Moscou passam pelo pior momento desde a Guerra Fria, após a decisão dos países ocidentais de impor sanções econômicas à Rússia pela anexação da Crimeia no início do ano e do papel que desempenha no conflito separatista no leste da Ucrânia.

Rússia e Estados Unidos participam nas negociações sobre o programa nuclear do Irã, no chamado grupo 5+1, mas no caso da Síria, Moscou é um aliado chave do regime de Bashar al-Assad, a quem apoia desde o início da revolta que se transformou em guerra civil em março de 2011.

Mas a Ucrânia é o principal foco de conflito. No fim de setembro, na ONU, Obama denunciou com firmeza a “agressão russa na Europa”. Putin respondeu em outubro ao chamar de ‘hostil’ a atitude americana.

Leia também:  Mais de 50 pessoas ficam feridas em acidente de trem em Barcelona

O último encontro entre Obama e Putin havia acontecido em junho, na França. Os dois conversaram por alguns minutos à margem das cerimônias que recordaram os 70 anos do desembarque aliado na Normandia, o Dia D da Segunda Guerra Mundial.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.