Uma operação conjunta da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, com o objetivo de combater a criminalidade, foi realizada durante o final de semana (01 e 02), em Pedra Preta (238 km ao Sul). A ação resultou na prisão de 5 pessoas, sendo 3 em flagrante por crimes de tráfico de drogas e roubo e 2 em cumprimentos de mandado de prisão.

As prisões de Leumar de Paula Santana, 30 e Ornaldo Augusto Pereira, aconteceram após denúncia do funcionamento de um suposto comércio de drogas.

Uma equipe de policiais se deslocou até o endereço denunciado e buscas no local, apreenderam 16 trouxinhas de pasta base de cocaína, uma porção para venda “a granel”, em um prato, além de apetrechos para embalar a droga.

Leia também:  Droga é encontrada dentro de caixa de achocolatado durante revista na Mata Grande

No momento da abordagem, Ornaldo tentou fugir para um banheiro, na área externa da casa, mas acabou sendo visto por um dos policiais e preso. Os traficantes são conhecidos da Polícia de Lucas do Rio Verde, pela atuação no tráfico de drogas no trevo da cidade, local propício para o comércio ilegal pela alta circulação de usuários.

Os presos foram conduzidos à Delegacia e autuados em flagrante por tráfico de drogas.

A terceira prisão aconteceu em um bar, apontado como ponto de prostituição na cidade. Durante a abordagem, policiais constataram que o cliente, Robson Silva Oliveira, 31, estava com mandado de prisão preventiva decretado, por um roubo, no município de Poxorèu, no ano de 2008.

Leia também:  Pedra Preta | Motociclista invade boca de fumo, mata mulher e fere casal

Ele foi condenado a 7 anos de prisão pelo crime. No domingo (02), Diogo da Silva Dantas, 21, foi preso em flagrante, após cometer dois roubos na cidade. Nos assaltos, o acusado roubou um aparelho celular e a bolsa de uma mulher, na região da rodoviária.

Na terça-feira (04), Francisco Lopes da Costa, procurou a Delegacia de Pedra Preta, para registrar um boletim de ocorrência de extravio de documento. Em checagem no sistema, policiais constataram que o acusado estava com mandado de prisão civil, em aberto, de devedor de alimentos. O preso teve a liberdade decretada na manhã desta quarta-feira (05).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.