As duas equipes querem voltar a vencer. São duas derrotas seguidas na sétima edição do Novo Basquete Brasil (NBB) para Basquete Cearense e São José. Nesta quinta-feira (27), os times duelam para voltar aos trilhos. A bola sobe no ginásio Paulo Sarasate, na Capital cearense, às 19 horas (horário de Brasília) e 18 horas (horário local).

A equipe do técnico Alberto Bial venceu apenas um dos cinco jogos que fez na temporada. A única vitória foi em casa, contra o Minas. Voltando a ter o apoio da torcida, o time espera fazer um bom jogo para voltar a vencer na competição.

– Finalmente vamos jogar mais uma partida dentro do Paulo Sarasate, que se tornou o templo sagrado do Basquete Cearense. É onde a gente consegue os nossos melhores resultados. Sabemos das dificuldades de jogar contra uma equipe tão experiente, com jogadores muito altos e de grande qualidade. Mas a gente acredita demais na juventude do time – comentou o técnico.

Leia também:  União volta a jogar sábado pelo Sub-19

Em fase final de recuperação de um problema no joelho, o ala/armador Jeffeson Socas fará um teste no dia do jogo para saber se terá condições de atuar. Por outro lado, Bial não terá o norte-americano Rashaun. O atleta disputa, com o Internacional, os Jogos Abertos, em Bauru, em acordo feito entre os dois times no momento da transferência do atleta para a equipe cearense.

Xô, apagão!

O São José tenta se reencontrar em meio a uma maratona. Após iniciar a Liga com quatro vitórias, conciliou o NBB com os Jogos Abertos do Interior, em Bauru. Foram seis jogos em sete dias. Pela Liga, dos três confrontos que disputou, perdeu os três. Do quarto lugar, os joseenses caíram para a nona posição, com 57% de aproveitamento. O pivô Caio Torres, cestinha da equipe no torneio, afirma que não é o cansaço que está atrapalhando, mas sim o excesso de apagões da Águia do Vale.

Leia também:  União vence e avança na série D

– Faltou acertar nos dois quartos que fizemos poucos pontos. Temos que melhorar o ataque. Ficamos mal por muito tempo. É normal ficar mal, mas temos que ficar no máximo por um minuto e melhorar. Estamos cansados, mas isso não é desculpa. Dava para ter ganho. Vamos melhorar para a próxima partida – afirmou o pivô à Rádio Piratininga.

O técnico Luiz Zanon segue sem contar com o ala Dedé, com dores nas costas. A expectativa é que ele comece a partida com: Valtinho, Andre Laws, Jimmy Baxter, Drudi e Caio Torres.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.