Documentos que compõem o inquérito do caso - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Documentos que compõem o inquérito do caso – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Investigadores da 2ª Delegacia de Polícia, Vila Operária, em parceria com o Núcleo de Inteligência da Polícia Judiciária Civil (PJC), elucidaram nesta quarta-feira (12), o crime que ceifou a vida do jovem Anthony Igor Castro Garcia de 29 anos, morto no dia 25 de setembro com um tiro na nuca, dentro da casa de sua namorada localizada no bairro Serra Dourada em Rondonópolis. Clique Aqui e Veja Detalhes.

Os primeiros levantamentos apontaram que Anthony havia sido vítima de um latrocínio, já que sua moto e celulares foram roubados, mas ao decorrer das investigações, os investigadores da Delegacia da Vila Operária encontraram o mandante do crime.

“No desenrolar do trabalho prendemos os irmãos Paulo Sérgio Melo Machado, 25 anos, e Kaio Cesar da Silva Melo, 21 anos. Paulo era ex-namorado da atual namorada da vítima e não aceitou o fim do relacionamento”, disse o investigador.

Leia também:  Após ser agredida, mulher é acusada de esfaquear e matar namorado

Saiba Mais – Irmãos são presos acusados de matar jovem com tiro na cabeça

O policial explica que a partir da prisão dos dois irmãos a investigação se aprofundou já que faltava um 3º envolvido. Paulo era o mandante do crime e Kaio o piloto da motocicleta que deu fuga ao atirador.

“Encontramos o celular de Anthony com um indivíduo, este que disse ter comprado de terceiros e assim por diante indagamos cerca de seis pessoas até chegar em um nome”, narrou.

Menos suspeito do homicídio - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Menos suspeito do homicídio – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O nome citado pelo investigador é do menor G. B. T. 16 anos. Ao ser questionado a participação no homicídio, o menor confessou ter atirado em Anthony e deu detalhes do crime. Ele afirmou para o investigador que devia um dinheiro para Paulo Sérgio e que para pagar a dívida aceitou cometer o crime.

Leia também:  Homem é morto com 2 facadas ao flagrar sua mulher com amante em MT

“Ele conta que antes do dia do fato, rondou a casa por cerca de cinco dias, mas não encontrava a vítima. No dia em questão ele teria entrado no local e saído de novo para confirmar se era o ‘magrelo’, após o aval de Kaio, o menor executou a vítima”, detalha o investigador.

Ainda de acordo com o investigador, o tiro era para ser na testa de Anthony e não na nuca, porém a vítima não levantou a cabeça.

G. B. T. que já estava apreendido por roubo desde o dia 22 do mês passado, irá responder agora por homicídio. Mesmo já presos por medida cautelar, a PJC irá pedir a prisão preventiva dos dois irmãos que negam o envolvimento deles e do menor no crime.

Leia também:  PM reage a assalto e atira contra suspeitos; um é preso

“Temos provas concretas, desde documentos a escutas telefônicas” finalizou o policial.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.