O reajuste no preço da gasolina pode ser considerado prática abusiva e providências poderão ser tomadas contra os autores que anteciparem o aumento, conforme explica o presidente  do Procon de Rondonópolis, Juca Lemos. Os valores e as datas em que os novos preços passarão a valer ainda não foram definidos pela Petrobras. Em Rondonópolis ainda não foi realizado o reajuste previsto para o fim deste ano em alguns Postos de abastecimento, porém, o consumidor deve ficar atento. As informações são de um levantamento realizado pela equipe de reportagem do site AGORA MT nesta quinta-feira (06).

De acordo com Juca Lemos, as empresas devem seguir o tabelamento máximo e se caso o consumidor se sentir lesado deve entrar em contato com Procon para que os procedimentos sejam tomados.

Leia também:  Sanear realiza bloqueio da avenida Marechal Dutra

A Petrobras recebeu o aval do governo federal, através do Ministério da Fazenda, para reajustar o preço da gasolina e do óleo diesel. Contudo, esse reajuste ainda não foi realizado na cidade. Conforme uma das funcionárias de um dos estabelecimentos, até o momento tudo não passa de comentários. “O pessoal está falando que houve o aumento, porém até agora nós não realizamos nenhum tipo de reajuste” afirma a funcionária.

Em entrevista a um site de notícias a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, teria apresentado na reunião do conselho administrativo da estatal projeções com reajuste de 8%, no entanto a expectativa é que o aumento seja de 5%.

O último reajuste de preço da gasolina e óleo diesel ocorreu em novembro de 2013 quando a gasolina aumentou 4% e o óleo diesel 8%. O ano passado entre janeiro e novembro a gasolina sofreu reajuste de 10,6% e o óleo diesel de 13,4%.

Leia também:  Comércio entra em clima junino em Rondonópolis e empresário prevê crescimento de até 20% nas vendas  | TV Agora

Apesar do aval para o aumento do preço dos dois combustíveis derivados do petróleo o percentual a ser reajustado e a data em que passa a valer ainda deverão ser discutidos pela diretoria da estatal, como relatam os principais veículos de comunicação nacional.

Em Rondonópolis o preço do litro da gasolina varia entre R$ 3,15 e R$ 3,19. Conforme a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), o litro da gasolina em Mato Grosso varia entre R$ 2,85 e R$ 3,40, com média de R$ 3,06. Já o óleo diesel entre R$ 2,49 e R$ 3,03 o litro, com média de R$ 2,73.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.