O ex-prefeito de Rondonópolis e futuro deputado federal Adilton Sachetti (PSB) foi o candidato a deputado federal eleito que mais gastou durante a campanha. O futuro parlamentar declarou um gasto de mais de R$ 3,8 milhões ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Com mais de 112 mil votos computados nas urnas, Sachetti teve como principais doadores de campanha o senador Blairo Maggi (PR), que investiu R$ 250 mil, a empresa da família, a Amaggi que doou R$ 400 mil e o produtor Elizeu Maggi Sheffer que colaborou com R$ 150 mil.

Também com colégio eleitoral em Rondonópolis, o deputado federal reeleito, Carlos Bezerra (PMDB) ficou em 5º lugar na lista de gastos com um total de R$1,6 milhões.

Leia também:  Projeto prevê que cidadãos tenham acesso à lista de imóveis da Prefeitura de Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.