Casas ficam proximas ao local onde a coleta bruta é realizada - Foto: Messias Filho/ AGORA MT
Casas ficam proximas ao local onde a coleta bruta é realizada – Foto: Messias Filho/ AGORA MT

Após a reclamação dos moradores da Região Salmen por conta do mau cheiro ocasionado pela Estação de Tratamento de Esgoto (ETA) uma visita foi realizada no fim da tarde desta terça-feira (25) para tentar solucionar o problema.

Segundo o diretor de manutenção do Sanear, Cristóvão Teixeira, ligações clandestinas ou até um vazamento na tubulação podem ser a causa do odor, já que segundo ele, os moradores reclamam de um cheiro muito mais forte do que está na parte onde é coletado o material bruto que sai das casas.

Ele afirmou ainda que uma ‘cortina verde’, feita de árvores será aumentada para diminuir a fedentina que sai do local.

Leia também:  Casa do Adolescente passa por dificuldades e faz campanha em busca de doações

De acordo com o presidente da União dos Moradores da Região Salmen (Unisal), Sebastião Surubim, uma providência tem que ser tomada, já que é impossível viver desse jeito. “Os moradores não suportam voltar do serviço para casa e sentir esta fedentina”. Disse.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.