Está tramitando na Câmara Municipal um projeto de lei que prevê para os alunos da rede municipal de ensino infantil e fundamental os serviços de assistência psicopedagógica e de serviço social. O objetivo da proposta será de avaliar, diagnosticar e prevenir problemas de aprendizagem, por meio de equipes de multiprofissionais. O projeto é de autoria do vereador Thiago Silva (PMDB).

O acompanhamento psicológico e social será realizado pelo corpo de profissionais do município e será desenvolvido de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Secretaria Municipal de Educação, que atuará em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde e de Assistência Social.

Para o vereador, o projeto traz a solução para enfrentamento de situações prejudiciais no campo psíquico e social de uma parcela de alunos que tem dificuldade de aprendizagem como elevada ansiedade, crises depressivas, síndrome de Bornout (esgotamento mental extremo), transtornos de afeto, dentre outras variações de conduta que dificultam muito a aprendizagem.

Leia também:  Prefeita de Juara e mais três são denunciados por fraude em licitação

De acordo com o autor o projeto visa evitar a evasão escolar e melhorar a qualidade da aprendizagem por parte dos estudantes. “O psicopedagogo e a assistente social iriam para as escolas para dar um apoio na questão de avaliar, diagnosticar e prevenir os problemas na aprendizagem desses alunos. A gente sabe que existem muitas crianças com problemas de aprendizagem, em relação aos colegas, por conta de problemas familiares e psicológicos. Esses profissionais serviriam para ajudar esses alunos e suas famílias, além dos seus professores, a fim de oportunizar o desenvolvimento integral dessas crianças”, defendeu.

Ainda segundo o vereador, os profissionais também trabalhariam na questão do bulling, orientando e cuidando das crianças que forem vítimas do ato. “Já existem muitas cidades grandes que implantaram essas equipes multidisciplinares e os resultados foram altamente positivos, diminuindo a desistência e o aproveitamento escolar”, concluiu.

Leia também:  Fachin determina prisão de Joesley Batista e Ricardo Saud, da J&F
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.