A votação para alterar a Lei Orgânica do Município estava previsto para ocorrer na última sessão da Câmara Municipal, na quarta-feira (12), como isso não ocorreu e o prefeito Percival Muniz precisa dessa aprovação para tirar férias, os vereadores se reunirão hoje (14) para uma sessão extraordinária, a partir da 8h. A mudança na Lei vai assegurar ao prefeito o direito de férias de 30 dias e de afastamento de até 10 dias úteis do cargo.

O prefeito como relatou na semana passada a reportagem do AGORA MT aguarda ansioso pelo descanso que segundo ele serão férias após 10 anos seguidos de trabalho. Durante esse período Percival afirmou que também pretende fazer uma bateria de exames.

Leia também:  Vereador Thiago Silva comemora aprovação de área para construção da Unemat

O vice-prefeito Rogério Salles (PSDB) é quem assumirá o comando da Prefeitura durante a ausência de Muniz.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.