hotel caninoCom a proximidade das festas de fim de ano e as viagens programadas, surge uma preocupação para quem tem cachorro em casa: onde deixar o cãozinho durante esse período? Alguns pedem ajuda para parentes e vizinhos, já outros optam por investir em hotéis caninos especializados nesse segmento, o de entreter o cachorro enquanto o dono está fora.

E não é só o dono que se diverte e descansa durante a viagem. Mais do que uma simples hospedagem, os estabelecimentos oferecem carinho e atenção especial aos cachorros. Eles têm horários para brincar, comer e descansar.

Os animais têm horários para brincar, comer e descansar - Fonte: AGORA MT
Os animais têm horários para brincar, comer e descansar – Fonte: AGORA MT

Dezembro mal começou e um dos hotéis do município de Rondonópolis já está com grande parte da capacidade reservada. Algumas reservas foram feitas com meses de antecedência. Os valores das diárias giram em torno de R$ 30.

Leia também:  Mato Grosso ultrapassa SP e se torna o maior exportador de carne bovina do Brasil

“Muitos clientes que não querem perder a vaga já fizeram sua reserva e agenda com antecedência”, afirma o proprietário e veterinário Érico Morais.

A procura pelo serviço chega a aumentar 80% com a chegada do Natal e do Ano Novo. Os cachorros ficam em um espaço do hotel ou podem ser divididos de acordo com o porte. Tudo depende do tipo de serviço contratado e de cada estabelecimento.

DICAS PARA VIAJAR COM O ANIMAL

1º – É obrigatório levar a carteira de vacinação e um atestado de sanidade emitido por médico veterinário particular.

2º – Pare o automóvel de vez em quando e desça com o cão para possíveis necessidades fisiológicas. Um pouco de água é necessário para hidratação.

Leia também:  INSS convoca assegurados para reavaliação de benefícios, confira a lista

3º – Leve acessórios do bicho de estimação para que ele se sinta em casa. Em caso das caixas de transporte, coloque o próprio cobertor do animal como forro para reforçar a ideia da casa.

4º – Não levar o animal solto nem com a cabeça para fora. A regra serve para qualquer raça ou tipo. Uma distração que o motorista tenha com o movimento do bicho pode ser fatal.

5º – Antes da viagem, dê algumas voltas de carro com o seu animal por pequenas distâncias para ele ir se acostumando.

6º – Manter a temperatura do carro próxima a temperatura externa. Nada de ar-condicionado na temperatura mínima.

7º – Existem no mercado de pet shop calmantes naturais. Informe-se sobre o melhor com o seu veterinário, se isso for necessário.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (14/08/17) em Rondonópolis

8º – Outro produto que pode facilitar a sua vida são as fraldas veterinárias, que podem evitar um desastre na viagem.

9° –  Verifique quando chegar ao destino desejado a clínica veterinária que esta de plantão. Isso evitará desesperos em caso de emergência.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.