A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias da morte de uma criança de 5 meses, afogada em um balde dentro de um apartamento em Cuiabá. O acidente foi registrado no último sábado (29) e a recém-nascida acabou falecendo na noite desta terça-feira (2).

O caso foi atendido pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mas será encaminhado para a Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

De acordo com as informações obtidas por policiais que atenderam a ocorrência, L.B.O.L. havia sido deixada por seus pais em uma cama de casal, protegida por travesseiros após tomar banho. Os pais a deixaram para atender a campainha e mantiveram montada a estrutura usada para o banho.

Leia também:  Mulher morre e homem é baleado após discussão em Pedra Preta

Quando voltaram para ver a criança, perceberam que ela estava com a cabeça submersa em um balde, que estava ao lado da cama e era usado para escoar a água utilizada no banho.

A menina foi levada pelos pais para um hospital particular, onde recebeu os primeiros atendimentos e foi transferida para outra unidade horas depois. No entanto, não resistiu aos danos causados pelo período em que ficou dentro d’água e acabou morrendo.

Apenas após a investigação é que a Polícia Civil poderá afirmar se houve o cometimento de algum crime ou se a morte foi apenas um acidente.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.