A polêmica derrota de Cláudia Gadelha para Joanna Jedrzejczyk por decisão dividida neste sábado, no UFC: Cigano x Miocic, não foi bem digerida pela Nova União. O treinador Dedé Pederneiras detonou os árbitros e prometeu entrar com um processo pedindo a reavaliação do duelo, “mesmo sabendo da dificuldade”, em desabafo feito através de sua conta pessoal no Twitter.

– Você perder porque o adversário foi melhor é ruim, mas você perder roubado, é uma sensação terrível. Esses árbitros não têm noção alguma de MMA! Se você erra em qualquer lugar do mundo, você é punido de alguma forma, por que árbitros que não tem noção de MMA erram e fica por isso mesmo? Mesmo sabendo da dificuldade, a Nova União decidiu entrar com processo de pedido de reavaliação da luta da Cláudia Gadelha – afirmou.

Leia também:  Copa Federação pode ter jogos às segundas

Pederneiras ainda criticou quem diz que não se deve entrar com esse tipo de processo, pois não adianta e disse que colocar árbitros que não têm noção de MMA “é uma afronta”.

– Pior é ter que escutar que não adianta entrar com processo para rever resultado porque eles nunca mudam. É a mesma coisa que ser roubado e te dizerem que não adianta ir na delegacia porque não vão fazer nada e você tem que aceitar que foi roubado e ir para casa, trabalhar mais, para esperar o próximo roubo. Isso é ridículo. Colocar árbitros sem noção de MMA é uma afronta a quem trabalha sério com o esporte. Boxe não é MMA! – detonou.

Leia também:  Jaciara receberá a última etapa do 'Circuito Ultramacho' de 2017
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.