O diretor do Luverdense, Edu Pascoski, conseguiu um habeas corpus e foi solto nesta quinta-feira. Ele e demais agricultores estavam presos desde a semana passada por conta da Operação Terra Prometida, da Polícia Federal, que investiga supostos abusos para conseguir terras oriundas da reforma agrária. Edu é um dos membros mais efetivos da diretoria do Verdão do Norte, mas também exerce outras funções em Lucas do Rio Verde (350 km de Cuiabá).

Com isso, o clube tem mais tranquilidade para definir o planejamento da próxima temporada. Após anunciar a manutenção de 14 jogadores para o próximo ano, o time estava sem clima para tomar outras decisões.

Por ora, o não há comissão técnica formada, já que Maico Gaúcho deve voltar à gerencia de futebol. A reapresentação do elenco está marcada para o dia 05 de janeiro. A estreia no Campeonato Mato-grossense será no dia 01 de fevereiro, contra o Sinop, no Estádio Passo das Emas.

Leia também:  Morre Valdir Peres, o goleiro da Copa de 82
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.