A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) divulgou nesta quarta-feira o calendário para a temporada 2015 da Fórmula 1. Na programação da entidade, a categoria terá o retorno do Grande Prêmio da Coreia do Sul e 21 provas ao longo do ano, recorde na história da F1.

A prova da Coreia do Sul está marcada para o dia 3 de maio, embora sujeita a confirmação. O Grande Prêmio do México, outra novidade do calendário em relação a 2014, foi marcado para 1º de novembro, antes do GP do Brasil (15 de novembro).

As decisões foram tomadas no encontro do Conselho Mundial de Automobilismo, um braço da entidade, na cidade de Doha. O evento ainda determinou as regras para o próximo ano.

No regulamento anunciado pela FIA para 2015, a principal novidade é o fim da pontuação dobrada na última etapa do ano – mais uma vez, em Abu Dhabi (29 de novembro).

Leia também:  União aposta em Ricardo para bater o Cuiabá

Além disso, a entidade aprovou a adoção do sistema de Safety Car Virtual (VSC, em inglês). Segundo o sistema, testado na reta final da temporada de 2014, os carros terão suas velocidades automaticamente reduzidas em caso de advertência na pista para evitar um acidente.

Outro ponto de destaque são as trocas de motores, que não serão mais punidas com perda de posições no grid de largada em caso de substituições totais. Entretanto, segundo a FIA, as penas serão impostas pela troca cumulativa de componentes, seguindo uma escala apresentada pelo próprio regulamento, que podem chegar a 20 posições no grid.

Sobre treinos de classificação, a FIA determinou que sete carros sejam eliminados no Q1 e no Q2 em caso de 24 carros na categoria. Em caso de 22 carros, seis carros caem em cada fase do treino, reduzindo-se de maneira proporcional. O Q3 permanece com dez carros em qualquer situação.

Leia também:  União joga domingo diante do Sinop no Luthero Lopes

O próximo encontro do grupo estratégico da FIA acontece em 18 de dezembro. Segundo a entidade, o evento “irá se concentrar na redução de custos, na melhora do espetáculo, em como tornar os carros mais rápidos e mais difíceis de pilotar, e em revisar os regulamentos técnico e esportivo, com o objetivo de simplificar as regras onde possível”.

Confira o calendário da F1 para 2015:

15 de março: Austrália (Melbourne)
29 de março: Malásia (Sepang)
12 de abril: China (Xangai)
19 de abril: Bahrein (Sakhir)
3 de maio: Coreia do Sul (Yeongam)
10 de maio: Espanha (Catalunha)
24 de maio: Mônaco (Monte Carlo)
7 de junho: Canadá (Montreal)
21 de junho: Áustria (Red Bull Ring)
5 de julho: Inglaterra (Silverstone)
19 de julho: Alemanha (Nurburgring)
26 de julho: Hungria (Hungaroring)
23 de agosto: Bélgica (Spa-Francorchapms)
6 de setembro: Itália (Monza)
20 de setembro: Cingapura (Marina Bay)
27 de setembro: Japão (Suzuka)
11 de outubro: Rússia (Sochi)
25 de outubro: Estados Unidos (Austin)
1 de novembro: México (Hermanos Rodríguez)
15 de novembro: Brasil (Interlagos)
29 de novembro: Abu Dhabi (Yas Marina)

Leia também:  Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.