O vereador Manoel Lourisvaldo de Oliveira, o Fulô (PMDB), venceu como já era esperado a eleição para presidir a Câmara Municipal no próximo biênio. Fulô garantiu os 12 votos que já haviam anunciado apoio a sua candidatura, sendo que onze acompanham o novo presidente desde a formação do bloco em julho deste ano.

A surpresa na votação foi o nome do vereador Rodrigo da Zaeli (PSDB), que foi o candidato da Chapa Coerência, que encarnava o bloco da base do prefeito Percival Muniz (PPS). O nome esperado para presidir a chapa da situação era do vereador Aristóteles Cadidé (PDT), que pediu para não ser indicado para não gerar mais problemas dentro do PDT rondonopolitano, já que o presidente da sigla no município, o vereador Jailton do Pesque-pague (PDT), votou em Fulô para presidente. “O nome do bloco para a presidência era do Cadidé, mas entendemos o seu pedido e aceitamos encabeçar a chapa porque já havíamos anteriormente demonstrado nossa vontade de entrar na disputa”, revelou Rodrigo da Zaeli.

Leia também:  Pátio deve anunciar Biliu no comando do Gasp

Zaeli disse que a sua chapa escolheu o nome de coerência porque não há dentro da Câmara Municipal uma oposição ferrenha ao Paço Municipal, “aqui dentro somos todos unidos por um único objetivo, o crescimento da nossa cidade e o bem estar da população, vamos continuar unidos trabalhando por Rondonópolis e para que o prefeito e seu staff possam sentir segurança nos atos do Legislativo”, assegurou.

O novo presidente da Câmara Municipal fez questão de lembrar da sua última passagem pela presidência da Câmara, “Quando fui presidente anteriormente, fiz um mandato de reestruturação da casa de leis, nossos funcionários não tinham crédito na praça, a Câmara não tinha um prédio próprio e não tinha a mínima credibilidade junto a população, hoje a situação é diferente graças ao trabalho que iniciei lá atrás, agora pretendo junto com os meus colegas de mesa, fazer mais e melhor”, anunciou.

Leia também:  Taques diz que não descarta disputar reeleição

DEIXANDO A MESA

O atual presidente da casa, o vereador Ibrahim Zaher (PSD), garantiu que deixa a presidência da câmara com a certeza do dever cumprido, “quando assumimos tivemos alguns desafios interessantes, como adequar física e financeiramente a Câmara a uma nova realidade que era a posse de 21 vereadores, conseguimos êxito, já que mesmo sem aumento de duodécimo, mantivemos a mesma qualidade dos serviços oferecidos, criamos mecanismos para que a população pudesse acompanhar o dia a dia da casa e seus gastos, como foi o portal da transparência, a ouvidoria e ainda vamos deixar como legado, o memorial do legislativo municipal, que vamos inaugura ainda este ano”, garantiu.

Zaher lembrou ainda que mesmo com um número maior de vereadores, com obras e novas conquistas para a população ainda fazer uma administração que conteve gastos, “tanto no primeiro ano como neste que se encerra, conseguimos fazer uma economia substancial dos gastos do legislativo e assim podemos devolver recursos para o município que foram e vão ser aplicados em obras de primeira necessidade da população”, revelou.

Leia também:  "Distritão" não passa e regra para eleições de deputados devem ser mantidas

OS VOTOS

Veja na tabela quem votou em quem:

Infrográfico AGORA MT
Infrográfico AGORA MT

 

NOVA MESA

Com a eleição de Fulô para presidente a nova mesa diretora ficou composta da seguinte forma:

Presidente: Manoel Lourisvaldo de Oliveira – Fulô (PMDB)

1º vice-presidente: Olímpio Alvis – (PR)

2º vice-presidente: Mauro Campos – (PT)

1º secretário: Roni Magnani – (PP)

2º secretário: Dico (Pros)

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.