O número de pessoas em busca de crédito caiu 6% em novembro, na comparação com outubro, conforme levantamento divulgado nesta segunda-feira (8) pela empresa de consultoria Serasa Experian. Em relação ao mesmo período de 2013, houve aumento de 8,8%. E no acumulado de janeiro a novembro deste ano, ante o mesmo período de 2013, houve baixa de 1,6%.

Os economistas da Serasa Experian explicam que o menor número de dias úteis em novembro, comparado a outubro de 2014 (20 contra 23), teve impacto negativo na procura pelo crédito. Sobre o aumento da demanda em relação ao ano passado, destacam que a medida anunciada no início de outubro, de ampliação do prazo máximo para contratação de empréstimos consignados por funcionários públicos e aposentados ou pensionista do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), pode ter influenciado no aumento na procura pelo crédito.

Leia também:  Economia cresce 0,7% este ano diz Banco Central

Segundo os economistas, também deve ter contribuído a necessidade de renegociação de dívidas, situação em que as pessoas aproveitam o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário.

Em uma análise por faixas de renda, foi possível concluir que em todas houve diminuição da busca pelo crédito. No acumulado do ano, somente os consumidores com rendimentos entre R$ 1 mil e R$ 2 mil mensais registraram aumento na procura por crédito, registrando alta de 4,1% entre janeiro e novembro de 2013. As demais faixas registraram queda.

No estudo por região, o Sudeste apresentou a maior queda do país (baixa de 7,9%), quando comparado ao mês anterior. No Norte, o recuo atingiu 6,3%, enquanto no Sul e no Centro-Oeste, a redução chegou, respectivamente, a 4,5% e 4,3%. O Nordeste teve a menor retração, com baixa de 2,8%. No acumulado, apenas a região Centro-Oeste obteve alta na demanda dos consumidores por crédito, com expansão de 5,5%, em relação ao mesmo período de 2013.

Leia também:  Receita libera nesta sexta consulta ao 7º último lote de restituição do IR 2017
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.