Criança atravessando a ponte - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Criança atravessando a ponte – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Faz aproximadamente três anos que a ponte de madeira sobre o córrego Queixada no bairro Serra Dourada que liga a avenida Goiânia com Anel Viário quebrou e até hoje nada foi feito. O fato aconteceu após a ponte não suportar o peso de uma carreta que estava carregada de milho. No local a apenas um pedaço de madeira que faz a ligação entre os lados, servindo para alguns moradores inclusive crianças atravessarem.

Conforme o presidente do bairro, Aggeo Ferreira Neves, as maiores preocupações são com as crianças que tem que atravessar para ir à escola. “Os estudantes passam pelo local debaixo de chuva, correndo grande perigo. Infelizmente o nosso governo só age quando alguém morre” desabafa o presidente.

Leia também:  Rondonópolis gera mais emprego que Cuiabá no 1º semestre

presidente do bairro mostra o abaixo assinado foto: Ronaldo Teixeira/AGORAMT Ainda conforme Aggeo, a população já reclamou várias vezes, inclusive o local já recebeu diversas visitas de autoridades que só prometem. “Já vieram aqui e marcaram várias datas para iniciar a reforma, porém nada foi feito” explica o presidente.

Além da ponte quebrada, os moradores são obrigados a conviverem com vários buracos pelas ruas. “Nós já fizemos uma manifestação com abaixo-assinado e iremos realizar outra, em forma de chamar a atenção das autoridades” finaliza Aggeo.

OUTRO LADO

Conforme a assessoria da Coder, o documento para dar início à reforma ainda não foi entregue para a instituição.

Nossa equipe tentou entrar em contato com o secretário Municipal de Infraestrutura Melquíades Neto, porém, sem sucesso.

Leia também:  Vândalos atacam o sistema de iluminação pública em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.