O prefeito Percival Muniz (PPS) deve acatar o pedido de afastamento de toda a diretoria do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Rondonópolis-MT (IMPRO) feito na segunda-feira (1), pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Rondonópolis (leia aqui).

Uma fonte da coluna BASTIDORES afirmou que Muniz deve além de afastar a diretoria, também acabar com a eleição do IMPRO que acontece a cada três anos. A ideia seria voltar ao sistema que ocorria antigamente, onde era indicado três nomes e o prefeito decidia quem ficava com a vaga.

O atual diretor executivo, Josemar Ramiro, está no cargo desde 2003.

Advertisements
Leia também:  Se ficar o bicho pega

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.