O ex-vice-prefeito do município de Primavera do Leste e produtor rural, Walmir de Souzwalmir de souza ex-prefeito primavera do lestea (Foto), 52 anos, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na cidade de Barra do Garças (509 km a Leste), com uma certidão falsa, supostamente emitida pelo Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat). A prisão ocorreu na segunda-feira (15), dentro do cartório de 1º Ofício de Barra do Garças, por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf).

O ex-prefeito tentava registrar o penhor de sete cédulas de produtor rural junto a uma matrícula de terra para obtenção de R$ 3 milhões pela Eco Securitizadora de Direitos Creditórios do Agronegócio S/A, com sede na cidade de São Paulo (SP), quando levantou dúvidas do registrador sobre a localização do imóvel, se estava situado no município de Barra do Garças ou havia sido transferido para a Comarca de Querência. O produtor apresentou, então, uma certidão falsificada do Intermat de localização do imóvel.

Leia também:  PSDB confirma convite de Pátio, mas ainda não fecha acordo

O delegado Wilyney Santana Borges, informou que o ex-prefeito foi preso em flagrante pelos crimes de tentativa de estelionato, uso de documento falso e associação criminosa, sendo encaminhado para a Cadeia Pública Local.

Walmir de Souza é um grande produtor rural em Mato Grosso e já foi vice-prefeito e prefeito interino da cidade de Primavera do Leste nos anos de 2005 a 2008.

A Polícia Civil investiga outras pessoas envolvidas na fraude. Participaram da prisão os investigadores Claudio, Simone, Charles e Esly.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.