O primeiro ouro brasileiro nas Olimpíadas de 2016 poderá vir logo na manhã do dia seguinte à cerimônia de abertura, na primeira prova que vale medalha. Será na maratona aquática, programada para as 8h30 do dia 6 de agosto, sábado. O Brasil termina 2014 com Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo campeões do Circuito Mundial. Poliana Okimoto é outro destaque do país.

Como só há duas vagas garantidas para o Brasil, uma masculina e outra feminina, os baianos Allan e Ana Marcela, campeões neste domingo do Rei e Rainha do Mar, são cuidadosos ao falar sobre a expectativa em fazer o Hino Nacional ser tocado pela primeira vez no Rio 2016. Primeiro, eles terão que garantir o lugar na competição.

– Nós ficamos muito felizes pela maratona ter este prestígio, de ser a primeira prova a dar medalha nas Olimpíadas, de dar esta visibilidade à maratona aquática – disse Allan. – Mas ainda faltam muitos passos para chegarmos nas Olimpíadas. É um período muito difícil de falar isso agora e pensar na medalha olímpica. Claro que você pensa mais nisso, mas ainda faltam muitas etapas, e temos que dar um passo de cada vez. Não adianta colocar o pensamento lá na frente e na hora não conseguir alcançar.

Leia também:  Academia é destaque em competição em Minas Gerais

Em respeito às adversárias, como Poliana Okimoto, Ana Marcela adota um discurso ainda mais cauteloso:

– Não estamos classificados ainda. Temos que pensar na classificação. Se vai ser a primeira medalha, a primeira prova, ou a última, temos que pensar daqui a seis, quando ocorre a seletiva, e buscar a vaga. Não adianta nós comemorarmos a medalha, se nem temos a vaga ainda. Independentemente de qual for a data, a ordem, temos que nadar primeiro para trazer esta vaga para o Brasil.

Natação, judô e tiro com arco também pode dar medalhas no primeiro dia

O primeiro dia de disputas dos Jogos Olímpicos também terá finais na natação, judô e tiro com arco, modalidades nas quais o Brasil, dependendo das provas e categorias, também tem chances de pódio. Estas, porém, serão disputadas à tarde e à noite, depois da maratona aquática. Outros esportes que terão finais no dia 6 de agosto serão esgrima, levantamento de peso, ciclismo de estrada e tiro esportivo. O último dia de competições reserva as decisões no boxe, ginástica rítmica, luta olímpica, mountain bike e handebol, basquete, vôlei e maratona masculinos.

Leia também:  União começa neste domingo sonho de voltar à Copa do Brasil

O futebol começa tradicionalmente antes da cerimônia de abertura. A primeira partida será no dia 3 de agosto, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Ainda está sendo discutida uma sexta sede, além do Mané Garrincha, Maracanã, Morumbi, Mineirão e Fonte Nova. Um segundo estádio em São Paulo, o Beira-Rio e a Arena de Natal são cogitados.

Uma mudança na programação em relação a Jogos anteriores são as disputas do tênis de mesa e do badminton em semanas diferentes. Isso porque o público das duas modalidades costuma ser o mesmo. Com partidas marcadas para meia-noite, a programação do vôlei de praia será chamada de “Midnight Copacabana”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.