Três empresários e um funcionário de uma das gráficas envolvidas na fraude de licitação no valor de R$ 40 milhões para a prestação de serviços gráficos ao estado se apresentaram à Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (19), em Cuiabá.

O secretário-adjunto de Administração, José de Jesus Nunes Cordeiro, e o assessor especial da Secretaria Estadual de Comunicação Social (Secom), Elpídio Spiezzi Júnior, também foram presos na manhã de ontem (18) suspeitos de participarem do esquema. (leia mais)

Os acusados devem ser ouvidos ainda nesta manhã pelos delegados Carlos Fernando da Cunha e Liliane de Souza Murata Costa, na Delegacia Especializada contra Crimes Fazendários (Defaz), na capital.

Leia também:  Moradores fazem manifestação após grávida ser atropelada por ônibus e perder o bebê

Os suspeitos de envolvimento teriam participado de uma licitação fraudulenta ocorrida em 2011 para a confecção de cartões de visita, cartazes, cartilhas, certificados e demais materiais gráficos. As empresas foram contratadas em 2012.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.