Foram julgadas regulares, com recomendações, determinações legais e aplicação de multa as contas anuais de gestão da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC-MT) referentes ao exercício de 2013. A decisão, que teve como relator o conselheiro Carlos Novelli, foi tomada pelo Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) em sessão do dia 30/09.

Sob a responsabilidade de Ságuas Moraes Souza entre o período de 01/01 e 07/10 de 2013 e de Rosa Neide Sandes de Almeida entre 08/10 e 31/12 de 2013, a Secretaria de Controle Externo (Secex) apurou e emitiu relatório conclusivo apontando a existência de 46 impropriedades relativas às contas anuais de gestão e 25 correspondentes às contas de obras e serviços de engenharia.

Leia também:  Vereador busca solução para fechamento de UTI Pediátrica

Grande parte destas falhas possui origem formal, como, divergência entre os registros contábeis das contas de Bens Permanentes e a existência física dos bens, registros contábeis incorretos o que implica na inconsistência dos demonstrativos contábeis. Todas as impropriedades ocorreram na gestão do primeiro gestor, Ságuas Moraes Souza, dando-se quitação plena à atual secretária de Educação, Rosa Neide Sandes de Almeida.

Em seu voto, o conselheiro Carlos Novelli concluiu pela regularidade das contas, uma vez que as falhas “não maculam a gestão da Secretaria de Educação, cuja complexidade administrativa decorre da natureza das atividades sob sua responsabilidade, qual seja, zelar pelo regular funcionamento de centenas de unidades escolares em todo território estadual”.

Leia também:  Cursos de Gestão Pública tem presença expressiva de acadêmicos

Assim, o ex-secretário, Ságuas Moraes Souza foi condenado a ressarcir os cofres públicos do Estado em R$30.636,20 pela realização de despesas “antieconômicas” como pagamentos com atraso de faturas de energia elétrica e, também, a pagar multa no total de 50 UPF por falhas em processos licitatórios e como omissão de documentos à equipe de auditoria.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.