Dois secretários adjuntos de Estado e quatro empresários do ramo gráfico tiveram mandado de prisão expedidos na manhã desta quinta-feira (18) pela Vara de Ações de Combate ao Crime Organizado no estado de Mato Grosso. O mandado faz parte da operação Edição Extra, desenvolvida pela Delegacia Fazendária de MT.

O principal objetivo é desmantelar um esquema que teria lesado os cofres públicos em R$ 40 milhões. Ainda nesta manhã serão cumpridos seis mandados de prisão e outros 16 mandados de busca e de apreensão.

A fraude, de acordo com investigações da Polícia Civil, teria ocorrido durante a realização de pregão no ano de 2011 para contratação de serviços gráficos para o Estado.

Leia também:  Sinop | Mulher é morta após tentativa de roubo

EQUIPE

A equipe da operação é formada por oito delegados, 35 policiais e escrivães. A ação conta ainda com apoio do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Ministério Público Estadual (MPE) e também da Auditoria Geral do Estado (AGE).

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.