O suplente de deputado Gilmar Fabris (PSD) estava articulando a sua ida para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) como Conselheiro, porém com a morte do deputado Walter Rabello (PSD), ele é quem assumirá a cadeira na Assembleia Legislativa (AL) a partir de 2015. Com isso, o nome que passou a ‘ventilar’ para a vaga de Conselheira, foi o da ex-secretária de Cultura, Janete Riva (PSD), e com a influência de seu esposo o deputado José Riva a indicação já foi tida como praticamente certa.

Ideia que não agradou nada ao governador eleito, Pedro Taques (PDT), que aproveitou a coletiva de ontem (leia aqui) para fazer críticas a essa possível indicação.

“Entendo como absurdo a Assembleia indicar a senhora Janete Riva para o Tribunal de Contas desse Estado. Eu tenho essa legitimidade e digo, Mato Grosso está em momento de transformação, eu não quero crer que Assembleia Legislativa não entenda isso”, disse.

Leia também:  Vereador diz que há "eminência parda" atuando nos bastidores
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.