O alemão Sebastian Vettel não economizou os elogios ao comentar suas primeiras voltas a bordo de uma Ferrari como piloto da equipe. O tetracampeão estreou no sábado (29), na pista particular da equipe em Fiorano, na Itália, a bordo de uma F2012, utilizado pela escuderia na Fórmula 1 há dois anos.

Vetado pela Red Bull, com quem ainda tinha contrato em vigência, de participar dos testes em Abu Dhabi, Vettel foi à pista para acumular quilometragem e testar o formato do banco. O carro usado foi o de 2012 porque o regulamento da Fórmula 1 não permite testes privados com os novos modelos.

Nesta segunda (1), ele falou sobre as primeiras voltas. “Há um monte de contos de fada sobre a Ferrari e como se sente ao pilotar o carro vermelho. No fim das contas, só posso confirmar que esses contos de fada são reais. Não é apenas uma história, é uma lenda que existe”, declarou o tetracampeão.

Leia também:  União estreia com derrota diante do Dom Bosco no Luthero

“É muito especial virar parte disso e estar dentro do carro, ver pessoas chegando, correndo para a pista e tentando subir nos muros para ver o carro. É algo muito mágico, que aconteceu hoje e eu nunca esquecerei”, completou.

Vettel chegou a Maranello na sexta, pilotou no sábado e testou o simulador da escuderia no domingo. Hoje, o alemão se reuniu com figuras importantes da Ferrari, como o presidente da fabricante, Sergio Marchionne, o novo chefe de equipe, Maurizio Arrivabene, e o diretor técnico, James Allison.

O tetracampeão utilizou no capacete uma frase em vermelho com a inscrição “Meu primeiro dia na Ferrari”, com a data de 28 de novembro ao lado. Ele pilotou com o seu número fixo na F1, o 5, que utilizará a partir do próximo ano, depois de ter perdido o 1 para o atual campeão, Lewis Hamilton.

Leia também:  União começa neste domingo sonho de voltar à Copa do Brasil
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.