O jovem Diogo Chaves Freitas, 22 anos, morreu na tarde de ontem (15) após ficar três dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Rondonópolis. Ele foi levado para o hospital após ser baleado na nuca última terça-feira (13), onde passou por uma cirurgia e foi direto para a UTI em estado grave.

Na manhã do dia 13, o jovem seguia aparentemente para o serviço em uma motocicleta na rua Castelo Branco, na Vila Mariana, quando um homem que estava em uma Broz, cor vermelha, chegou próximo de Diogo e atirou por pelo menos 3 vezes, acertando um tiro na nuca da vítima.

Na ocasião, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, socorreu a vítima e encaminhou ao Hospital Regional de Rondonópolis.

Leia também:  Denúncia leva a captura de dois reeducandos e mulher é presa pela Força Tática por dar apoio na fuga

Ainda na cena do crime, policiais encontraram munições de pistola calibre 380, que seria da arma usada pelo suspeito.

Diogo Freitas Chaves já havia tido passagens pela polícia.

A Polícia continua com as investigações. Ninguém ainda havia sido preso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.