Começam na segunda-feira (12) as aulas dos 100 acadêmicos indígenas no campus de Barra do Bugres. São, ao todo, quatro cursos de licenciatura: Pedagogia Intercultural; Ciências Sociais; Línguas, Artes e Literatura e Ciências da Matemática e da Natureza. Na Escola Agrícola, onde os alunos ficam hospedados e fazem as alimentações, os trabalhos de limpeza e as equipes de alimentação e manutenção trabalham para receber os acadêmicos.

As aulas da Educação Indígena ocorrem em momentos concentrados, no período de 10 de janeiro a 07 de fevereiro, e também no mês de julho. Nos demais períodos, os alunos realizam atividades pedagógicas com a supervisão dos professores da Unemat nas próprias aldeias onde atuam como professores.

Leia também:  Não se esqueça | Horário de verão começa neste domingo, em 10 estados brasileiros

“Queremos mostrar a Mato Grosso o tesouro que é a Unemat. Nossa gestão também começa agora e estamos trabalhando com metas de planejamento e de divulgação das nossas ações”, disse Ana Di Renzo, em reunião com o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, nesta quinta-feira, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá.

Segundo a reitora, o secretário da Casa Civil assegurou que o Estado vai determinar um interlocutor para tratar e atender as demandas da universidade, garantindo um espaço de diálogo com o governo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.