Chris Brown pode retornar a prisão - Foto: Reprodução / EFE
Cantor Chris Brown  – Foto: Reprodução / EFE

O cantor Chris Brown teve sua liberdade condicional revogada nesta quinta-feira (15) depois de sair de Los Angeles sem autorização prévia da justiça.

O músico, que cumpre pena por ter agredido Rihanna em 2009, estava proibido de sair do Condado de Los Angeles sem a permissão da justiça. No entanto, o americano viajou neste domingo (11) para fazer um show em San José, no norte do estado da Califórnia, que terminou em tiroteio. O artista não está envolvido no incidente e não se feriu no local.

Em contrapartida, o advogado de Brown, Mark Geragos, alegou que foi informado incorretamente que o músico não precisava de autorização para se apresentar em outras localidades.

Leia também:  Fabricante de guitarras Fender lança aplicativo de aulas online para recuperar clientela

O juiz da Suprema Corte de Los Angeles, James R. Brandlin, declarou que Brown pode ficar em liberdade até o dia 20 de março, e depois será decidido o destino do cantor em uma nova audiência.

Brown foi condenado a cumprir 1.000 horas de serviço comunitário, mas ainda restam cerca de 200 a serem cumpridas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.