A energia elétrica vai ficar mais cara na capital paulista e nos demais municípios da região metropolitana de São Paulo. Em reunião extraordinária segunda-feira (5), a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu acatar a ordem judicial que determinou um acréscimo médio de 3,53 pontos percentuais sobre o último reajuste tarifário de 18,66% na área de abrangência da AES Eletropaulo.

Essa revisão tarifária ocorreu em julho de 2014 e, com o acréscimo, determinado pelo Tribunal Federal da 1ª região, em dezembro último, os consumidores da AES Eletropaulo pagarão em média 22,19% mais caro pela conta de luz do que em 2013. A entrada em vigor, no entanto, só ocorrerá a partir da data de publicação, no Diário Oficial da União.

Segundo a assessoria de imprensa da Aneel, apesar de deliberar, favoravelmente, em favor do reajuste por força da determinação judicial, o órgão vai recorrer contra a medida.

Leia também:  Morre aos 89 anos Pedro Pedrossian ex-governador de MS
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.