A presidenta Dilma Rousseff viaja na próxima semana para a Bolívia, onde prestigiará o colega Evo Morales, que assumirá o terceiro mandato como presidente boliviano. Morales esteve no Brasil há duas semanas, durante a cerimônia de recondução de Dilma à Presidência da República.

As cerimônias de posse estão marcadas para 21 e 22 de janeiro, mas a presidenta deve participar apenas do último dia, na Assembleia Legislativa. Os eventos serão iniciados com uma cerimônia indígena em uma antiga cidade arqueológica, com a presença de representantes de movimentos sociais e comunidades tradicionais.

A data da viagem de Dilma Rousseff ainda não foi confirmada pela Secretaria de Comunicação da Presidência, mas, por conta do compromisso, ela não deverá representar o Brasil no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, entre 21 e 24 de janeiro.

Leia também:  Pátio evita, nos bastidores, bancar possível candidatura de Corrêa

Quem embarcou hoje (13) para o exterior foi o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto. Ele participará da posse do novo presidente de Moçambique, Filipe Nyusy.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.