Os manifestantes reivindicam pela regularização do pagamento que encontra-se com atraso - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Os funcionários reivindicam pela regularização do pagamento que encontra-se com atraso – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O diretor administrativo da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder),  Sérgio Luíz Gomes Teixeira, foi vaiado pelos funcionários do órgão durante manifestação que reivindicam pela regularização do pagamento do salário que encontra-se com atraso. A manifestação aconteceu na sede do órgão na manhã desta terça-feira (06) em Rondonópolis.

De acordo com informações dos funcionários que preferiram não se identificar, por questão de segurança, existem categorias que tiveram cortes de até R$ 1000 no salário. “É difícil conciliar essa situação. Nós temos família, filhos, contas de luz, água, combustível, alimentação para pagar. Com esse corte não dá para manter a casa” desabafou um dos manifestantes.

Leia também:  Jardim Atlântico recebe mais uma geladoteca

Essa não é a primeira vez que os funcionários reivindicam (Leia mais). Eles aguardam uma resposta da diretoria, e caso não haja a regularização, na quinta-feira (08) os funcionários irão realizar um dia de paralisação.

O diretor já foi convocados através de ofícios para discutir a situação. (Leia mais)

Até o fim deste mês a categoria tomará uma decisão definitiva. “Caso não tenha acordo, iremos paralisar de vez” explica um dos manifestantes. Além do atraso no pagamento, os funcionários reivindicam atraso no cartão alimentação, insalubridade, entre outros benefícios. A equipe de reportagem não conseguiu falar com o diretor administrativo.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.